segunda-feira, 26 de junho de 2017

INAUGURAÇÃO DO POLIDESPORTIVO NAS TAIPAS

  clique para ampliar
 




                                    

No passado sábado, foi inaugurado, no Parque das Taipas, pelo presidente da CM de Guimarães, Domingos Bragança, que contou com a presença de diversas personalidades locais, nomeadamente o responsável pelo Taipas Turitermas, Ricardo Costa, entre outros, um Polidesportivo que deve encher de orgulho as gentes taipenses.
Não só porque, como diz o nome, vai servir de apoio a diversas modalidades desportivas, principalmente amadoras, os jovens e os menos jovens, vão poder praticar o seu desporto favorito, num recinto que é um hino a arquitetura paisagista, tal é o seu enquadramento com a natureza, confundindo-se com as inúmeras árvores existentes nesse lugar de eleição, que é o ex-libris da Vila da Taipas.
Tem encostado dois campos, dos doze que possui o Clube de Petanca das Taipas, uma modalidade, para todos, que o digam as duas finalistas de Taça de Portugal de Petanca, Feminina, Emília Gonçalves e Sílvia Leite, taipenses, que se realizou em Almeirim (Alentejo), no princípio do mês.
Os seus responsáveis estão empenhados em divulgar a modalidades que não sendo muito conhecida no nosso meio, tem já muitos praticantes em Portugal.
Tudo somado, para além da sua beleza natural, há diversos motivos de interesse para que as pessoas visitem o Parque das Taipas.


TAÇA AMIZADE

clique para ampliar



 
 
O troféu da amizade foi para Vila do Conde
 
GUIMARÃES-VILA DO CONDE 2-2 (1ª mão 0-4)
 
Taça Amizade entre seleções
Local: Campo dos Carvalhos (Polvoreira)
Árbitro: Jorge Simões
Árbitros Assistentes: Fernando Peixoto e José Alves
 
GUIMARÃES: Magno (Infias); Marco (Pinheiro), Neves (Souto Gondomar), Nelson (U. Cano) e Fábio (U. Cano); Pinto (Pinheiro), Montoya (S. Cristóvão) e Bruno (Castelões); Bruno Monteiro (Infias, Tiago (Infias) e Odair (U. Cano)
Jogaram ainda: André (Souto Gondomar), Vitima (U. Cano), Filipe (U. Cano) e Jim (S. Cristóvão)
Selecionador: António Areias
 
 VILA DO CONDE: Ricardo; Speed, Abílio, Pirata e Igor; Fred, Mário e Capela; Pincel, Edu e Letra.
Jogaram ainda: Piloto, Dani, Edy, Trivela, Banaira  e Pedrinho.
Selecionador: Pedro Ribeiro.
  Ao intervalo: 2-2
Golos: 1-0 Nelson (17’), 1-1 Abílio (35’), 2-1 Monteiro (37’) e 2-2 Letra (42’).
Disciplina: cartão amarelo a  Pinto (33’), Montoya (33’), Neves (76’) e Vitima  (77’).
 
Era suposto estar a decorrer o “Torneio das Seleções”, inerente as associações inscritas na Federação do Futebol Popular do Norte, organizado por esta, e agendado para esta altura, mas devido a pouca adesão (?) das respetivas associações concelhias, ficou sem efeito.
 As associações, de Guimarães e Vila de Conde, como já estavam preparados para o referido torneio, e devido as excelentes relações existente entre ambas, resolveram  criar a “Taça Amizade” disputada em duas mãos, uma forma de não defraudar os selecionados, porque seria de facto, uma grande deceção, se andassem a treinar tanto tempo para nada. Refira-se que o presidente da Federação, Iazalde Lacá Martins, fez questão de marcar a sua presença, assim como o Arlindo Costa, presidente da AFPG
Os vila-condenses chegaram a Guimarães com uma vantagem confortável (4-0) obtida no primeiro jogo e, para a seleção vimaranense, revelava-se quase impossível anular essa vantagem.
Mas quando verificamos o andamento das duas seleções no inicio do jogo, chegamos a acreditar que se o primeiro golo aparece-se cedo podíamos acreditar no milagre.
O golo apareceu cedo (17’), da autoria do Nelson, mas a seleção orientada pelo Pedro Ribeiro, tem ao seu dispor jogadores que fazem toda a diferença, mesmo vindos diretamente das festa do S. João, como nos confidenciou o seu selecionador, chegaram ao empate, o selecionados do António Areias voltaram a marcar e eles voltaram a empatar, isto na primeira parte.
A segunda foi só para ver o tempo passar, porque com aquela temperatura o ritmo de jogo nos primeiros 45 minutos, as forças ficaram esgotadas até ao intervalo.
 
O diferença esteve na eficácia: a seleção vimaranense teve inúmeras ocasiões de golo, desperdiçou a maior parte. Os vila-condenses, nas poucas vezes que passaram o meio-campo, fizeram golo.
 
 
Nos jogos do minicampeonato, o Montesinhos despertou e fez um grande jeito ao seu vizinho do lado.
Obteve a sua primeira vitória neste minicampeonato, já fora da corrida ao titulo de campeão, frente ao  Abação, prestando um grande serviço ao seu rival, também ele vizelense, o Tagilde.
O Tagilde que na sua deslocação a Penacova, não foi além de um empate, mas beneficiou dessa derrota do Abação e ampliou a diferença para quatro pontos. O Abação que é agora o seu único adversário, no que ao titulo de campeão diz respeito, será o seu próximo anfitrião, e como tem quatro pontos de vantagem, um empate chega para regressar ao berço do S. Gonçalo de Amarante, campeão.  
 
Resultados (4ª Jornada)
Montesinhos- Abação, 2-1
Penacova-Tagilde, 1-1
 
Classificação
1 Tagilde                       10
2 Abação                      6
3 Penacova                  4
4 Montesinhos              3
 
Próximos jogos (5ª Jornada)
 Abação-Tagilde
Montesinhos-Penacova
 
 
 
 
 

quinta-feira, 22 de junho de 2017

MONTESINHOS DE LUTO

clique para ampliar

Salgueiral Desportivo junta-se ao CCR Montesinhos, nos sentimentos de pesar pelo falecimento do pai, do seu atleta Óscar Silva. Ao Óscar e á restante família, os nossos sinceros pêsames, neste momento de dor, inerente a perda de um ente querido.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

EQUIPA DE PETANCA DA TAIPAS FINALISTA DA MODALIDADES

clique para ampliar
 
 
 
 



 

Realizou-se neste domingo, com a presença de 324 atletas, em Almeirim (Alentejo), a final da Taça de Portugal, feminina e masculina, de Petanca

A equipa feminina das Taipas composta por Emília Gonçalves e Silvia Leite, foram as finalistas, só derrotadas pela forte equipa, com outros recursos, do Clube Parque de Campismo Petanca, de Lisboa. As equipas masculinas tiveram um comportamento abaixo do espectável, mas nada que envergonhasse a coletividade. Em termos de camaradagem são candidatos ao prémio Nobel da boa disposição. São vimaranenses, claro.

Comentários

“Já assisti a inúmeras finais de torneios: futebol, sueca, chincalhão e até matraquilhos, mas sempre apareceu no fim do evento, o responsável a entregar os prémios e a dar os parabéns, aos vencedores e vencidos. Nesta prova importante a nível nacional, os atletas dirigiram-se ao putativo lugar da entrega dos respetivos prémios, não estava ninguém responsável da Federação, ou mesmo da Câmara de Almeirim (as centenas de atletas que compareceram, mais os dirigentes, promoveram de forma vincada a sua autarquia).

 Receberam de forma desprezível, a notícia: os prémios serão entregues numa gala a constituir para o efeito, em data e hora a designar. Nem sequer um chupa-chupa, para adoçar o 600km, que tinha que partilhar. Estou a falar de Guimarães.  “Estavam com pressa? Mas antes da final (feminina) arranjaram tempo para serem fotografados ao lado das finalistas”

Nota: o comentário é da inteira responsabilidade do administrador do Blog, António Araújo (NF 177043806), sem alguma obediência a  “cartilhas” que parece estar na moda”.

 António Araújo.

 

 

 

terça-feira, 6 de junho de 2017

OS CONVOCAD0S DA SELEÇÃODE GUIMARÃES

clique para ampliar


 Torneio de seleções da Federação de Futebol Popular do Norte

SELEÇÃO DE GUIMARÃES

 O selecionador vimaranense, António Areias, já divulgou a lista dos convocados para o Torneio de seleções da FFPN 2017.

AFPG pede aos clubes, com jogadores nesta lista, que, em caso de impedimento, de qualquer atleta, o comuniquem aos órgãos competentes do referido organismo, com a maior brevidade possível.

Os convocados devem comparecer para os treinos, nos dias 8, 13 e 15 de Junho pelas 19h45, no Parque Desportivo dos Carvalhos (Polvoreira).

 

Os convocados

Guarda Redes: Sérgio (Nespereira) e André (Souto Gondomar)

 Defesas: Nelson e Fábio (U. Cano), Hugo (Matamá), Marco (Pinheiro), Simão (Atães) e Neves (Souto Gondomar)

Médios: Tostão (Nespereira), Hugo (Infias), Ivo Soares e Samuel (Pombeiro), Pinto (Pinheiro) e Bruno Xavier (Castelões).

Avançados: Hélder e João Paulo (Nespereira), Bruno Monteiro e Gilberto (Infias), César (Calvos) e Montoya (S. Cristóvão)

 Fase de apuramento do campeão.
Sab. 16h-Abação-Penacova

            Montesinhos-Tagilde

 

 

 

 

 

segunda-feira, 5 de junho de 2017

TOMADA DE POSSE DA NOVA DIREÇÃO DA PETANCA

 clique para ampliar



 

 

Tomada de posse dos Órgãos Sociais do Clube de Petanca das Taipas.

O Clube de Petanca das Taipas estava a ser gerido por uma comissão administrativa, presidida pelo Dr. Manuel Ribeiro, que também era candidato as eleições realizadas no dia 27 maio. Saiu vencedora a lista A, encabeçada pelo António da Silva Araújo, e a tomada de posse aconteceu no passado fim de semana.

Na hora de passar o testemunho, o Dr. Manuel Ribeiro mostrou-se excessivamente nervoso (mau perder?), com um discurso pouco ético, nada abonatório para uma personalidade com responsabilidades na sociedade.

Por sua vez o António Araújo, empossado como responsável maior pela coletividade, agradeceu aos associados o terem votado nele, sublinhando que esse facto lhes acarreta mais responsabilidades, mas que vai fazer tudo para os não dececionar. Referiu que tem o objetivo de fazer o que puder para divulgar a modalidade, um desporto pouco conhecido no nosso meio, mas que tem a vantagem de não ser uma atividade muito cara e de poder ser praticado em qualquer terreno plano, de preferência arenoso, e por qualquer pessoa. Homens ou mulheres, velhos ou novos, fortes ou fracos, todas as pessoas podem praticar Petanca.

A Petanca é um jogo de origem francesa, criado no princípio do século XX,

e trazido para Portugal na década de 80, pelos emigrantes. 

 

Os novos Corpos Sociais eleitos;

Assembleia Geral

Presidente: Manuel José Ribeiro

1º Secretário: Vítor Amaral Marques

2º Secretário: Manuel Esteves Oliveira

 Suplente: Egídio Castro Miranda

 

Direção

António da Silva Araújo

Vice-presidente: Bernardino Fernando Rodrigues

Secretário: Domingos Ribeiro Oliveira

Tesoureiro: Manuel Lúcio Oliveira

Vogal: Avelino Ribeiro Oliveira

1º Suplente: João da Silva Almeida

2º Suplente: José Mendes Gonçalves

 

Conselho Fiscal

Presidente: José Marques Costa

1º Vogal: Raul Marques Costa

2ª Vogal: Agostinho Marques Silva

Suplente: João Marques Costa

 

Resultados do futebol popular

2ª Fase 1ª Jornada

Tagilde-Abação, 2-1

Penacova-Montesinhos, 2-1

 

Próximos Jogos 2ª Jornada

Abação-Penacova

Montesinhos-Tagilde

 

 

 

 

quinta-feira, 1 de junho de 2017

CLUBE DE PETANCA DAS TAIPAS

clique para ampliar


O Clube de Petanca das Taipas estava a ser gerido por uma comissão administrativa, mas no dia 27 maio foram realizadas eleições no sentido de terminar com esse hiato diretivo. Concorreram duas listas, saiu vencedora a lista A, encabeçada pelo António da Silva Araújo, e a tomada de posse está agendada para este sábado a partir das 11horas, na Sede da coletividade, com os respetivos cargos assim distribuídos:

Assembleia Geral

Presidente: Manuel José Ribeiro

1º Secretário: Vítor Amaral Marques

2º Secretário: Manuel Esteves Oliveira

 Suplente: Egídio Castro Miranda

 

Direção

António da Silva Araújo

Vice-presidente: Bernardino Fernando Rodrigues

Secretário: Domingos Ribeiro Oliveira

Tesoureiro: Manuel Lúcio Oliveira

Vogal: Avelino Ribeiro Oliveira

1º Suplente: João da Silva Almeida

2º Suplente: José Mendes Gonçalves

 

Conselho Fiscal

Presidente: José Marques Costa

1º Vogal: Raul Marques Costa

2ª Vogal: Agostinho Marques Silva

Suplente: João Marques Costa

 

Os novos responsáveis pelo Clube, convidam todos os taipenses e não só, a comparecerem, não só para assistirem a tomada de posse, mas para se familiarizarem com uma modalidade que não sendo muito divulgada, é praticada em muitos países.

 

A petanca é um jogo de origem francesa, criado no princípio do século XX. O seu nome deriva da expressão “pieds tanqués”, que significa pés juntos. Jogada em todo o sul da Europa, a petanca foi trazida para Portugal na década de 80 pelos emigrantes, e é no Algarve, onde a prática é comum e bastante conhecida, que tem maior aceitação.

Mais do que apenas um jogo, é já considerada um desporto, e existem Federações Nacionais que regulamentam a sua prática. É uma atividade de grupo, que se pratica em equipas de número variável de jogadores – triplas (3x3, com 2 bolas cada um) e duplas (2x2, com 3 bolas cada um) – ou individualmente (1x1, com 3 bolas cada um). O jogo consiste no lançamento de uma série de bolas metálicas, com o objectivo de ficar o mais próximo possível de uma pequena bola de madeira (cochonette), lançada previamente por um jogador.

 

A petanca tem a vantagem de não ser uma atividade muito cara e de se poder praticar em qualquer terreno plano, de preferência arenoso, e por qualquer pessoa. Homens ou mulheres, velhos ou novos, fortes ou fracos, todas as pessoas podem “atirar as bolas”. A petanca não conhece nem sexo, nem idade, nem estatuto social.

 

Desporto simples, exercita, contudo, capacidades mentais e físicas que vão para além das exigidas num passatempo banal. Os praticantes desenvolvem concentração, habilidade, inteligência, paciência, estratégia e resistência muscular.

 

domingo, 28 de maio de 2017

IMAGENS DA FINAL DA TAÇA CIDADE BERÇO

clique para ampliar










 
 Seis golos que deram brilho a festa do futebol popular
 
Amadeu Portilha, Vereador do Pelouro do Desporto da Câmara Municipal de Guimarães, esteve presente na cerimónia da entrega dos troféus aos dois finalistas, assim como o Arlindo Costa, presidente da AFPG, Agostinho Freitas, presidente da Junta de Freguesia de Polvoreira e Carlos Oliveira, presidente da União Desportiva de Polvoreira entre outros.
 
A realização da Taça Cidade Berço, no fim de cada temporada, foi a forma que a AFPG encontrou para homenagear a Cidade Berço da Nacionalidade e atualmente Património da Humanidade. A sua primeira edição na época 88-89, teve lugar no Estádio Municipal de Guimarães, atual D. Afonso Henriques, tendo como finalistas o Matamá e o Pinheiro, saindo vencedor o conjunto da Montanha da Penha. 
 
Os vencedores do Troféu
Pinheiro (8), Montesinhos (3), Matamá (2), Valinha (2), Infias (2), Nespereira (3), Abação (1), U. Cano (1), Calvos (1), S. Cristóvão (1), Heróis Portugueses (1), Polvoreira (1) e A. Urgeses (1)
Como se pode verificar, o Pinheiro, que terá realizado a sua pior época da sua história, possui um palmarés difícil de igualar.  
 O Abação dominou quase toda a primeira parte, falhou alguns golos, mas o Nespereira com uma segunda parte empolgante, conquistou, com toda a justiça, pela terceira vez, o troféu mais emblemático do futebol popular vimaranense.

O Tostão foi,  por unanimidade, considerado o homem do jogo e  recebeu o respetivo troféu 

 

sexta-feira, 26 de maio de 2017

CONVIVIO MENSAL DOS AMIGOS DO FUTEBOL POPULAR

clique para ampliar

 Realiza-se na próxima quarta-feira (31-05) o convívio mensal, dos “AMIGOS DO FUTEBOL POPULAR”, desta feita organizado pelo Speedy, que elegeu escolheu para local do evento, o Restaurante Armando, conhecido por “Armando do Bacalhau”. O referido convívio está agendado para as 20 horas e espera-se uma boa adesão dos “amigos”.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

FINAL DA TAÇA CIDADE BERÇO

clique para ampliar



Os vencedores da Taça Cidade Berço

15/16 Nespereira

14/15 Santiago                  

13/14 Montesinhos

12/13 Montesinhos         

11/12 Valinha

10/11 Matamá                   

09/10 Abação                    

08/09 U Cano   

07/08 Calvos     

06/07 Santiago

05/06 Nespereira                          

04/05 Valinha                  

03/04 S. Cristóvão          

8(P)02/03 Pinheiro                         

7(P)01/02 Pinheiro                         

00/01 Montesinhos                         

99/00 H. Portugueses

6(P) 98/99 Pinheiro                       

5(p) 97/98 Pinheiro                        

96/97 Polvoreira                             

4(9) 95/96 Pinheiro                         

3(p) 94/95 Pinheiro                        

2(P) 93/94 Pinheiro                        

92/93 A. Urgeses

91/92 Infias                        

90/91 Infias                        

 89/90 Pinheiro                 

88/89 Matamá                  

segunda-feira, 22 de maio de 2017

FINAL DA TAÇA FEDERAÇÃO

clique para ampliar



os vencedores com o presidente da FFPN
os vencidos



A final da Taça Federação realizou-se em Guimarães

Stª Cristina-Vicente Pinheiro 3-0

Local: Campo dos Carvalhos

Árbitro: João Carlos (Guimarães)

Árbitros Assistentes: Diogo Almeida e Pedro Batista

4º Arbitro: Jorge Pereira  

 

Stª CRISTINA: Filipe Costa; Nuno, Ricardinho, Carlos Pinto e José Freitas (Adão Almeida 77’); Vítor Miguel (Fábio Oliveira 66’), Vítor Manuel (José Silva 86’) e Rui Teixeira (Pedro Alves 41’); Fábio Ferraz (Agostinho Soares 53’), Mário Rocha e Estevão Rocha.

Treinador: Óscar Soares.

 

S. VICENTE PINHEIRO: Meira; Deco, Paulao (China 50’), Mira (Rui 80’) e Eurico; Rafa, Carlos (Pedro 70’) e Rosita (Cardoso 76’); Fred, Marquinhos (Emanuel 50’) e Relho.  

Treinador: João Sousa

 

Ao intervalo: 2-0

Golos: 1-0 Carlos (27'), 2-0 Carlos (28' gp) e 3-0  Mário Rocha (47')

 

Disciplina: cartão amarelo a Paulao (20’), Filipe Costa (28’), Mário Rocha (44’), Pedro (72’) e Rosita (90+1’)

 

Uma final entre duas formações que eliminaram, nas meias-finais, duas equipas de Guimarães.

O Stª Cristina (Fafe), eliminou o Nespereira e o S. Vicente Pinheiro (Penafiel), o Tagilde.

 

Foi um jogo bem disputado, acima de tudo correto, entre duas equipas que justificaram a sua presença nesta final, mas a formação fafense , mostrou estar, em termos de capacidade futebolística, uns furos acima do seu adversário.

 Venceu a formação fafense , justamente, foi a melhor equipa em campo, durante os noventa minutos, mas em termos de dignidade, o conjunto penafielense mostrou, que um jogo de futebol não é mais que isso, e só perde quem não sabe perder.

 Como disse, no fim do jogo, o Dr. Iazalde, presidente da FFPN: “com a postura evidenciada ao longo do jogo, pelas das duas equipas, quem ficou a ganhar foi o futebol popular, um exemplo a seguir”. 

Uma palavra para a equipa de arbitragem. Como atrás ficou dito, as equipas em termos de disciplina foram exemplares, a equipa de arbitragem segui-lhes as pisadas, não complicando, razão porque estão todos de parabéns.

 

Também está de parabéns a organização: a AFP Guimarães, presidida pelo Arlindo Costa tratou da Logística, cabendo ao presidente do organismo federativo, Dr. Iazalde, assumir a organização da parte desportiva, impondo a entrega dos troféus no centro do terreno, foi o palco do espetáculo, e mostrando grande capacidade organizativa para eventos desta natureza.

 

A Câmara de Municipal Guimarães, representada pelo Carlos Oliveira, disponibilizou um autocarro para a organização mostrar aos visitantes o verdadeiro ex-libris de Guimarães, a Montanha da Penha. 

Para deslumbramento dos representantes dos concelhos, nem todos conseguiram estar presentes, filiados na FFPN, foi-lhes proporcionado uma viagem no minitrem, que deu para apreciar de perto esta verdadeira dádiva da natureza.

 

Para além dos responsáveis das equipas finalistas, estiveram presentes:

Carlos Oliveira, em representação da CMG, Agostinho Freitas, presidente da Junta de Freguesia de Polvoreira, Dr. Iazalde, presidente da FFPN, António Carvalho, presidente da Assembleia Geral da FFPN; Arlindo Costa, presidente da AFPG, e como seu Staff, Madureira da Silva, AFP Marco de Canavez, Carlos Coelho, representante da AFP Penafiel, Daniela Oliveira, vereadora do Pelouro do Desporto da Câmara de Penafiel, entre outros.

 

 

Realizou-se a ultima jornada da 1ª fase do campeonato caseiro, com alguns resultados surpreendentes, que se justifica devido ao facto de os chamados grande do futebol popular, começarem a utilizar  as segundas linhas. 

 

  

 

Resultados

Série A 18ª Jornada (última)

Matamá-Nespereira, 2-1

Penacova-S. Cristóvão, 3-1

Tagilde-Infias, 1-3

Un. Cano-Souto G, 5-2

Folgou: Castelões

Classificação

1 Penacova                 40

2 Tagilde                     35

3 Infias                       32

4 Nespereira            30

5 Matamá                   21

6 S. Cristóvão            21

7 Castelões              10

8 U. Cano                 10

9 Souto G                7

 

 

 Série B

Calvos-F. Airão, 6-1

Pombeiro-Abação, 2-1

Infantas-Gémeos, 3-0

Atães-Pinheiro, 2-1

Folgou: Montesinhos

 

Classificação

1 Montesinhos            42

2 Abação                    37

3 Pombeiro               25

4 Calvos                     24

5 Atães                       21

6 Infantas                   21

7 Pinheiro                    14

8 Gémeos                    12

9 F. Airão                    3

 

Na próxima sexta-feira, realiza-se, na Sede da AFPG, o sorteio do minicampeonato, entre os dois primeiros classificados de cada série, a fim de se encontrar o campeão 2016-17

 

No Sábado há um jogo especial: realiza-se a final da Taça Cidade Berço, entre o Abação e o Nespereira.

O local do evento é o Campo dos Carvalhos, às 16horas.

 

 

 

 

 

 

Seguidores

Arquivo do blogue

Pessoas que visitaram este blog: